Aplicativos de música mais usados de 2019

Música é sinônimo de felicidade, tranquilidade e diversão. Ter aplicativos que ajudam você ouvir as músicas do seu gosto é essencial para se manter motivado.

Nesse artigo mostraremos como excluir conta do Spotify e, também, sobre aplicativos que estão bombando.

Até porque você merece os melhores apps de música! Nunca mais vai precisar ficar preso a um só streaming de música. Veja as melhores dicas e muito mais a seguir.

Como excluir conta do Spotify

Para excluir a conta, preste bastante atenção neste tópico.

Não dá para excluir diretamente se a sua conta for premium, você precisará fazer o procedimento de cancelamento primeiro.

Bem, mas se a sua conta com gratuita, então veja o passo a passo logo abaixo.

  • Faça o login com a conta que você quer excluir.
  • Depois selecione “Conta”, caso você esteja no aplicativo, você será redirecionado ao site.
  • Selecione a opção “Quero fechar minha conta do Spotify permanentemente”. E siga as últimas instruções para apagar a sua conta de forma permanente.

Simples, não? Deixaremos esse post ativo para você usar sempre que precisar. Agora vamos as indicações de streamings de músicas.

Deezer

Vamos a primeira dica do texto: o aplicativo Deezer. De rádio online a um dos maiores streamings de música do mundo, essa é parte da história desse aplicativo de bombou na internet.

Com um interface muito bonita, o Deezer oferece músicas gratuitas para você ouvir onde e quando quiser. É claro que o pacote premium vai oferecer muito mais a você.

Por exemplo, com assinatura premium da para ouvir músicas sem propagandas e músicas offline. Que tal fazer um teste ? Depois você poderá excluir caso não goste.

A plataforma conta com mais de 53 milhões de músicas e também 4 milhões de áudios derivados de podcasts. Esse app conta com mais de 14 milhões de usuários ativos.

Youtube Music

O YouTube Music é uma promessa que virou realidade. O YouTube já vinha promovendo a nova plataforma para entrar de vez nesse mercado.

Resta saber como será o desenvolvimento do app no futuro, como ele vai acompanhar o mercado de música.

Nele, é possível encontrar álbuns oficiais, singles, apresentações ao vivo, covers e remixes. Você também receberá recomendações com base no seu gosto, localização e horário.

Apple Music

Outro aplicativo de uma grande empresa que quis seguir os passos do sucesso do Spotify é a Apple. Atualmente o aplicativos está disponível para todas as plataformas.

Existem mais de 45 milhões de músicas disponíveis para você escutar a qualquer momento. Ouça os seus DJ e intérpretes favoritos na Beats 1. Conheça mais a Apple Music!

Napster

O Napster é um dos mais antigos serviços de música. Antes, a plataforma do serviço é do tipo P2P, e mudou completamente a forma como as pessoas compartilhava música pela net.

O problema era que esse tipo de serviço era mal visto pelas autoridades o que acarreta pressões externas de ordem judicial.

Porém, o Napster acabou voltando, só que agora como serviço de streaming. Ele é multiplataforma, aproveite!

A influência da música na vida

A influência da música está muito além da que é apresentada em grandes filmes e para ver isso devemos ir ao seu início da sua história. Na antiga Grécia havia a crença que as artes eram inspiradas pelas musas, nove entidades responsáveis cada uma por ramificação da arte. A música era regida por Euterpe, filha de Zeus com a deusa da memória, nota-se então que a música está intimamente ligada à memória, aprender cavaquinho em casa.

É possível dispor a música em dois polos a razão e emoção. Pitágoras enquanto passava em frente um ferreiro notou que diferentes que martelos produziam diferentes sons, a partir disso seus experimentos sistematizaram a música criando um sistema musical baseado em quatro sons o tetracorde e a união de dois destes a escala de oito notas que seriam denominadas como: Dó, Ré, Mi, Fá, Sol, Lá, Si.

Platão em sua obra, buscava entender além de outras questões, até onde iam as influências e as possibilidades geradas pela música na vida dos cidadãos gregos; Eram três, os principais tipos de melodia:

  • LÍRICO: que exalta as características sensuais humanas
  • FRÍGIO: que exalta as características patéticas
  • DÓRICO: que exalta as características de força e de magnitude

A música em seus diferentes tons tem a capacidade de causar emoções, segundo a teoria “Walloniana” ao ouvirmos uma música absorvemos as ondas sonoras e exteriorizamos isso no corpo. A sensação de “frio na barriga” ou “coração acelerado” que se mostra como uma lágrima ou um sorriso, isso é ligado diretamente a memória pois a associamos com alguém, uma ação ou mesmo um momento único. Essa reação se dá já no início das nossas vidas, a percepção ao som se inicia a partir vigésima semana de gestação respondendo a estímulos sonoros e a voz da mãe.

Uma pessoa em contato com a música, inicialmente estimula os lobos temporais (audição) seguido do occipital (“visão” do som) e do frontal (pensar sobre o som). Problemas como a ansiedade ou depressão criam uma baixa eficiência cerebral, com origem na diminuição de serotonina, um neurotransmissor envolvido na comunicação entre neurônios. O efeito da música consiste em estimular as células cerebrais, aumentando o nível de serotonina e dessa forma melhorar o humor e a disposição.

Assim, parece claro que a música é capaz de criar estados psíquicos e físicos diferentes no ser humano. A música tamanho seu poder também pode ser utilizada como tratamento complementar ao Alzheimer, estabelecendo uma comunicação não-verbal (sonoro musical) com o paciente e assim melhorar e fortalecer sua saúde. Talvez seja verdade que as musas realmente existem como acreditavam os gregos e Euterpe seja capaz de influenciar nossas vidas através da música.

Música utilizada em crianças

Estudos também comprovam que a música, quando utilizada durante o aprendizado das crianças faz com que elas se desenvolvam mais rapidamente e de formas mais consistentes. Recomenda-se que as crianças escutem música desde bem novinhas, ainda bebês, curso cavaquinho em casa. E você, coloca músicas para seu filho ouvir? Já notou como ele se movimenta durante uma música ou uma melodia?